liminar suspende nova tabela de frete
Governo derruba nova tabela de fretes e valores voltam para primeira versão
08/06/2018

Está difícil manter-se atualizado no assunto tabela de fretes. Na quinta-feira 07 de junho pela manhã a tabela publicada no dia 30 de maio estava valendo. No fim da tarde a ANTT publicou novos valores que, segundo o governo, baixavam o frete em média em 20%. Caminhoneiros reclamaram e rumores de nova paralisação rapidamente se espalharam. Mas ainda na noite do dia 07, o Ministério dos Transportes chamou líderes dos motoristas autônomos para uma reunião e revogou a tabela que tinha acabado de ser publicada.

 

Tabela de fretes do dia 07 de junho

A tabela liberada em 07 de junho era bem mais complexa que a anterior e corrigia alguns problemas como o valor por eixo ser igual em veículos com 2 ou 9 eixos, porém, segundo o governo, na média, o frete ficaria 20% mais barato com essa segunda tabela.

O Ministro dos Transportes, Valter Casimiro, afirmou que “A nova tabela conseguiu normalizar o valor do frete próximo ao que já havia sido aplicado mercado.” Ainda em sua fala, ele salientou que todos aprovaram a mudança, inclusive líderes dos caminhoneiros autônomos. No entanto, é possível indagar, se os caminhoneiros quisessem valores no nível já aplicado no mercado, por que teriam feito a paralisação?

Segundo Nelson Júnior, do Sindicato de Barra Mansa, o governo fez uma reunião pela manhã e disse que faria ajustes na tabela, porém não mostrou a nova versão para os caminhoneiros. “De noite eles soltaram a nova tabela e todo mundo repudiou. Alguns já queriam começar novas paralisações” – afirmou.

E de fato, logo após o anúncio da ANTT, vídeos e mensagens de novas paralisações começaram a percorrer as redes sociais. Porém, provavelmente para evitar novas manifestações, o Ministro do Transportes chamou novamente os líderes dos caminhoneiros autônomos e garantiu que iria revogar a segunda versão da tabela.

tabelas de fretes

Alguns dos líderes dos caminhoneiros autônomos que estavam na reunião que revogou a segunda versão da tabela de fretes

 

E como fica agora?

Segundo fala do próprio Ministro dos Transportes, a segunda versão fica revogada e volta a valer a tabela de fretes publicada em 30 de maio. Nesta sexta-feira às 9h acontece uma nova reunião para começar a desenhar a terceira versão da tabela, mas até que ela seja publicada, segue valendo a versão número um. E se você tiver dúvidas de como ela funciona, clique aqui e entenda.

Por Paula Toco

Posts Relacionados

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS
RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS
Documento sem título