Dekotora: conheça os exuberantes caminhões japoneses modificados
01/12/2017

A cultura japonesa tem uma série de peculiaridades. Hoje vamos falar de uma em especial, chamada Dekotora, palavra que se originou do termo “decorated truck”, “caminhão decorado” em inglês. Os japoneses realmente levam a sério a decoração artística de seus caminhões e chegam a gastar cerca de 150 mil dólares para embelezar seus caminhões sem fazer com que estes deixem de funcionar.

Imagem: Masaru Tatsuki

A mania de decorar caminhões começou à algumas décadas, após o grande sucesso alcançado por uma série de TV japonesa chamada Torakku Yarō, que em português significa “Os caras do caminhão”, em que os personagens principais eram dois caminhoneiros que possuíam veículos estilizados e personalizados. A série, que foi veiculada no país na década de 70, fez tanto sucesso que muitos estradeiros japoneses passaram a decorar seus próprios caminhões.

Enquanto a maioria dos interessados em modificar seus caminhões se preocupa com a potência do motor e o funcionamento da máquina, os donos dos Dekotoras têm sua preocupação concentradas em questões puramente estéticas. Luzes neon por todo o caminhão, pintura à mão, além customizações no interior do veículo como estofado luxuoso e lustres caros são algumas das características dessas máquinas estilizadas. O veterano Junichi Tajima conta ao portal The Driver ter gastado 35 anos para decorar todos os seus caminhões. Para ele, você não pode se preocupar com dinheiro se quer transformar seu caminhão em um Dekotora pois seu valor é espiritual. “Com ele, você pode expressar seu modo de vida, sua cidade natal e até sua família por meio da decoração”, ele explica.

Imagem: Masaru Tatsuki

dekotora

Imagem: Todd Antony

dekotora

Imagem: Todd Antony

dekotora

Imagem: Todd Antony

Os donos dos Dekotoras normalmente se reúnem em grupos onde mostram suas criações. Há alguns que exageram nos apetrechos acabam perdendo a licença para circular nas ruas japonesas com seus veículos e passam a circular apenas em exibições. Mas a maioria dos “caminhoneiros artistas” tenta manter seus caminhões dentro dos limites para poder circular. Aqui no Brasil, tem muito estradeiro modificando seus caminhões sem checar o que a lei permite nesses casos. Confira 5 modificações ilegais no caminhão – clique aqui. 

dekotora

Imagem: Masaru Tatsuki

Um deles inclusive foi usado em um comercial da grife italiana Gucci:

Ao redor do mundo, a mania japonesa é admirada e muitos fotógrafos, como o canadense Todd Antony e o japonês Masaru Tatsuki, passaram a registrar essas verdadeiras obras de artes. Quando Todd Antony passou algum tempo coma comunidade de caminhoneiros que decoram suas máquinas, ele relata ter ficado impressionado com o orgulho que os motoristas têm de seus veículos. Ele conta à CNN: “os motoristas dizem que irão ao túmulo com seus caminhões. Eu acho que ao longo do tempo o caminhão se torna quase como parte da família”.

dekotora

Imagem: Todd Antony

O fotógrafo Tatsuki conta em seu website que começou a fotografar Dekotoras no verão de 1998 e, mais que isso, passou a conversar com os motoristas e proprietários das máquinas, percebendo que cada um tinha uma personalidade que refletia na decoração de seu caminhão. Uma vez, ele conta, um caminhoneiro revelou a ele: “no começo, eu não gostava desse trabalho. Mas eu tinha que amar meu trabalho para viver, então comecei a decorar meu caminhão”. Trabalhar como motorista de caminhão é um trabalho difícil e, muitas vezes, solitário. Por isso, para Tatsuki, os motoristas não podem trabalhar sem sentir orgulho pelo que estão fazendo. Para ele, os Dekotoras são uma expressão do orgulho de ser caminhoneiro.

E você, o que acha dos Dekotoras? Será que essa moda pega também no Brasil?

Por Pietra Alcântara

Posts Relacionados

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS
RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS
Documento sem título