no_10o_dia_de_greve
No 10º dia de greve, caminhoneiros se desmobilizam aos poucos
30/05/2018

No 10º dia de greve contra o preço do diesel, caminhoneiros se desmobilizam aos poucos. Na rodovia Régis Bittencourt, um dos principais pontos de concentração de manifestantes, a desmobilização se intensificou após a chegada do Exército e da Polícia Rodoviária, que até o momento apenas escolta aqueles que querem sair dos protestos.

Na Régis, o acostamento está praticamente liberado. Um grupo de no máximo 50 pessoas continua reunido no posto de gasolina que servia de base para os caminhoneiros. Aos poucos, a estrutura de lona e alimentação é desmontada no local.

no_10o_dia_de_greve

Imagem: Marcos Alves

A ordem é auxiliar motoristas que desejarem sair do local da manifestação, em segurança. Operações como esta tem acontecido nesta manhã em mais de uma rodovia. Na Rodovia Dutra, no interior paulista, policiais impedem que caminhões que queiram passar pelos bloqueios sejam barrados e também escoltam os que desejam abandonar o movimento.

Na terça-feira, o governador de São Paulo, Márcio França, havia afirmado que os líderes dos caminhoneiros diziam não ter como garantir a liberação da estrada. No mesmo dia, a PRF fez escolta de caminhoneiros para sair do ponto de protesto e impedir que os grevistas impedissem essa saída.

Ainda assim, em alguns pontos, grevistas impedem a saída de caminhoneiros que desejam se retirar das manifestações. Na Régis Bittencourt, a saída dos caminhoneiros está sendo feira de maneira pacífica e não há conflitos. Somente um caminhoneiro relata que, ao se afastar da manifestação com a escolta da polícia, foi atacado com pedras por dois motoqueiros, o que levou ao tombamento da carreta.

Segundo o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, ainda existem 540 pontos de obstrução em rodovias e 2 trechos de bloqueios totais pelo país, um na BR 070 entre Goiás e Distrito Federal.

 

10º dia de paralisações

Nesta quarta-feira caminhoneiros chegam no 10º dia de greve, com manifestações em pelo menos 18 estados e no Distrito Federal. Bloqueios à passagem de veículos de carga só ocorrem em 6 deles: Bahia, Ceará, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Norte, Pará e Paraná. No Sudeste, não há mais rodovias bloqueadas.

Já no Rio Grande do Norte, caminhoneiros ainda estão sendo impedidos de transitar pela BR-101, em Parnamirim, cidade da Grande Natal. No Ceará, usuários das rodovias relatam bloqueios nas BRs 226, 222 e 020. Manifestantes estacionados às margens da rodovia estadual CE 155 não interditam vias, mas barram a saída de cargas do Porto do Pecém. As informações são do G1.

 

Por Pietra Alcântara

Posts Relacionados

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS
RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS
Documento sem título